Madrid em 24 horas

  • GranViaMadrid_1402566983.758.jpg

Se apenas dispõe de um dia para conhecer Madrid, aqui lhe deixamos algumas sugestões imprescindíveis para desfrutar da cidade manhã, à tarde e à noite. Não se trata de tentar fazer tudo, mas sim de escolher as que mais lhe apetecerem e, sobretudo, de passar bons momentos. De qualquer forma, gostará tanto de Madrid que quererá voltar.

SUGESTÕES PARA DE MANHÃ

O Museu do Prado

Para muitos o Museu do Prado é a melhor pinacoteca do mundo. Nele se podem admirar as antigas coleções reais, com obras de artistas como Van der Weyden, El Bosco, Rubens, Fra Angélico, El Greco ou Tiziano, entre muitos outros. Mas o que realmente distingue o Museu do Prado de qualquer outro museu do mundo é o facto de nele se conservar grande parte da obra de Velázquez e de Goya, os grandes Mestres da Escola Espanhola. Sugerimos que dedique a manhã a um dos dois grandes artistas, ou a fazer um percurso que inclua as 10 obras-primas do Museu do Prado.

Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía

Para os que preferem a arte moderna e contemporânea, recomendamos uma visita ao Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía, cuja coleção inclui obras de arte espanhola e europeia, das vanguardas históricas até aos nossos dias, com destaque para Guernica, uma das mais famosas obras de Picasso.

El Rastro

Todos os domingos El Rastro, o mercado mais castiço de Madrid, ocupa toda a extensão da Ribera de Curtidores e as ruas vizinhas. Diz-se que se não encontra o que procura no Rastro é porque simplesmente não existe: todo o tipo de roupa, discos de música, livros, elásticos, chaves, sertãs, facas, sapatos, chapéus, antiguidades, e objetos aos quais por vezes é difícil atribuir um uso. Como complemento da visita ao Rastro, é tradição tomar um aperitivo em La Latina. As lojas locais também abrem nos outros dias da semana, e entre elas marcam presença os antiquários, as leiloeiras e as lojas de mobiliário.

El Retiro

O pulmão verde do centro urbano de Madrid é também um interessante conjunto cultural. Nasceu como jardim do desaparecido Palacio del Buen Retiro, mandado construir pelo rei Filipe IV, e desde o século XIX, quando finalmente abriu as suas portas aos madrilenos, acolheu várias exposições de arte e indústria, para as quais se construíram os magníficos pavilhões de ferro e vidro que ainda hoje se podem contemplar. No parque El Retiro é possível praticar desporto, passear em barco, patinar, visitar alguma exposição de arte ou tomar algo numa das suas esplanadas, desfrutando de uma atmosfera familiar e boémia.

SUGESTÕES PARA A TARDE

Da Plaza Mayor ao Palácio Real

É impossível não desfrutar de um passeio por Madrid, em especial pelo Madrid dos Áustrias. Nesta parte da cidade, entre a Plaza Mayor e a Plaza de Oriente, conservam-se grande parte dos palácios e conventos do século XVII, quando Madrid se converteu na sede da corte dos Habsburgo. Um conselho: guarde o mapa durante um par de horas, e deixe-se levar. Atravessará ruas sinuosas, nas quais descobrirá alguma taberna típica, uma igreja barroca ou um jardim secreto. Aproveite o passeio para conhecer o Mercado de San Miguel, o Palácio Real e o Teatro Real. Perto desta zona encontra-se o templo egípcio de Debod, desde cujos jardins os visitantes podem desfrutar de fantásticos poentes.

De Atocha a Cuatro Torres Business Area  

É conhecida como o Eixo de la Castellana, a grande artéria de circulação que começa na Glorieta del Emperador Carlos V, e continua pelo Paseo del Prado, Recoletos e la Castellana, até ao Nudo Norte, atrás do Cuatro Torres Business Area. Ao longo destas avenidas encontram-se museus, ministérios, a Biblioteca Nacional, o Banco de Espanha e o Estádio Santiago Bernabéu. As fontes de Neptuno, Cibeles e Colón, ou as esculturas do Museu de Arte Público são apenas alguns dos monumentos que se podem admirar ao longo do percurso. Como se trata de um trajeto com vários quilómetros, recomendamos o Madrid City Tour (ruta 2) ou um autocarro de transporte público (por exemplo, o 27, que percorre todo o eixo desde a rotunda de Embajadores).

De Sol a Gran Vía

Além dos museus, igrejas, palácios ou parques, as ruas de Madrid são interessantes em si mesmas. Propomos-lhe um passeio pelo coração mais vibrante da cidade. Pode começar pela Puerta del Sol, onde se encontra o quilómetro 0 da rede de estradas espanholas. De aqui parte a conhecida calle de Preciados que segundo o Livro Guinness dos recordes é a segunda rua mais transitada do mundo. E finalmente, a Gran Vía, a grande avenida comercial do centro da cidade, repleta de lojas, salas de festa, cafetarias, cinemas e teatros.

SUGESTÕES PARA A NOITE

De tapas pelo Barrio de Las Letras

Quando o sol se põe, em Madrid tudo está prestes a começar. A cidade desperta para a noite, e um bom lugar para abrir o apetite é a praça de Santa Ana, no Bairro das Letras, a alguns passos da Puerta del Sol, onde poderá iniciar-se no tapeo, que consiste em ir de bar em bar, acompanhando uma caña de cerveja ou um copo de vinho com uma pequena especialidade gastronómica.

De marcha por Gran Vía, Malasaña e Chueca

De costas viradas para a Gran Vía estão os bairros mais “canallas” de Madrid: Malasaña e Chueca acolhem desde o final dos anos 80 os bares, os pubs, as discotecas e as sessões que converteram a noite madrilena numa das mais divertidas do mundo. Enquanto os locais de Malasaña são frequentados pelos amantes da música independente, Chueca é o epicentro do coletivo LGTB (gays, lésbicas, transsexuais e bisexuais).

E para descobrir o universo dos cocktails, há mais de 80 anos que Perico Chicote abriu o seu local na Gran Vía, e desde então a arte do combinado goza de grande popularidade em Madrid. O barman mistura, agita e combina aromas, cores e sabores, muitas vezes com uma personalidade caraterística. Dentro das correntes mais atuais, merece destaque o 1862 Dry Bar, um cocktail bar com um estilo clássico, situado num palacete de 1862, em pleno centro de Madrid. Uma opção muito recomendável para começar a desfrutar da noite madrilena.

Deixe-se levar pelo incansável ambiente noturno na sua despedida de Madrid, porque as suas 24 horas estão quase a terminar. Mas esperamos ver-lhe de volta.  

Madrid Imprescindível

Os dez lugares que não pode perder na sua primeira visita!

Consulte e descarregue a informação turística imprescindível para se mover por Madrid.

  • Faro de Moncloa
QUANTO TEMPO TENS?
  • Embora um dia em Madrid nunca seja suficiente, eis aqui algumas sugestões para o aproveitar ao máximo.

    Madrid em 24 horas
  • Arte, compras, gastronomia e vida noturna é a combinação imprescindível para quem dispõe de dois dias para desfrutar de Madrid.

    Madrid em 48 horas
Publicidade

PRODUTOS OFICIAIS

Desfruta de uma das melhores vistas da cidade, a 92 metros de altura.

Sobe a bordo e descobre a cidade em formato panorâmico.

Descarrega a aplicação das obras primas do Prado, Thyssen e Reina Sofía.

  • Descarrega o nosso mapa com toda a informação necessária para te orientares em Madrid!

    Mapa Zonas turísticas (PDF)