Segóvia

  • Acueductodesegovia_1400575882.52.jpg
  • O que ver
  • História
  • Tradição e gastronomia
  • Como chegar

Muito perto de Madrid, Segóvia conserva ainda o espírito das velhas ciudades castelhanas. Estes são alguns dos monumentos que a Unesco considerou para declarar a cidade de Segóvia como Património da Humanidade em 1985.

O Aqueduto

Trata-se de um dos mais espetaculares legados que o Império Romano deixou em Espanha. Um aqueduto com um total de 166 arcos, com uma extensão de mais de 17 quilómetros, que transportava a água desde La Acebeda até ao Alcázar, desafiando a gravidade, pois apenas o equilíbrio de forças mantém de pé esta edificação, sem qualquer tipo de argamassa. Diz a lenda que o aqueduto foi construído pelo diabo numa só noite, para conseguir a alma de uma jovem que o tinha tentado, propondo entregar-lhe a sua alma se o diabo fizesse chegar a água à sua casa antes de o galo cantar.

A Catedral

O abside deste templo, cuja construção se iniciou em 1525, marca a fronteira entre a Plaza Mayor e a Judiaria Velha. No seu interior destacam-se os vitrais do século XVI e o Retábulo Maior, da autoria de Sabatini.

O Alcázar

  As esplêndidas vistas do Pinarillo (com o cemitério judeu), Zamarramala e a igreja de Vera Cruz são um motivo mais do que suficiente para visitar esta antiga fortaleza, convertida em residência de reis desde o século XIII. Um profundo fosso com uma ponte levadiça abre passo a esta fortaleza, desde cuja torre Alfonso X estudava o firmamento. Á sua esquerda, a Casa de la Química, edificada na época da Ilustração, e centro de investigação de Louis Proust.

Outros lugares de interesse

El Azoguejo. Azoguejo é um diminutivo de “zoco”. Apesar das transformações que sofreu ao longo do tempo, continua a ser o centro vital da cidade. Aqui se estabeleceu o lugar de reunião dos comerciantes. Hoje em dia é um excelente ponto de partida para conhecer a cidade.

Barrio de Las Canonjías. Nesta zona estava situada a Casa de la Imprenta e a da Inquisição, mas serviu também de residência a artistas como Zuloaga ou Maurice Fromkes. Foi precisamente o pintor americano que deu o nome aos jardins da rua de Velarde, dos quais se pode contemplar uma bonita vista do vale do rio Eresma.

Casa de Antonio Machado. No número 5 da rua Desamparados encontra-se a Casa de Huéspedes, onde residiu durante 12 anos o poeta Antonio Machado.

Barrio de los Caballeros. Nesta zona encontram-se algumas das igrejas românicas mais interessantes da cidade, como as igrejas de La Trinidad, San Nicolás, San Martín e San Sebastián. No interior do convento das Dominicas, os visitantes podem contemplar a escultura que na Torre de Hércules representa o próprio Hércules, fundador da cidade.

Antiga Sinagoga. No lugar atualmente ocupado pelo convento de Corpus Christi erguia-se a principal sinagoga de Segóvia. 

Madrid Imprescindível

Os dez lugares que não pode perder na sua primeira visita!

Consulte e descarregue a informação turística imprescindível para se mover por Madrid.

Publicidade

PRODUTOS OFICIAIS

Desfruta de uma das melhores vistas da cidade, a 92 metros de altura.

Sobe a bordo e descobre a cidade em formato panorâmico.

Descarrega a aplicação das obras primas do Prado, Thyssen e Reina Sofía.