Finais da Champions em Madrid

  • Final UCL 1979/80: Nottingham Forest – Hamburgo (1-0) © Getty Images
    final_ucl_nottingham_forest_-_hamburgo_.jpg
  • AC Milan celebrate winning the 1968/69 European Cup final © Getty Images​
    ac_milan_celebrate_winning_the_196869_european_cup_final_c_getty_images_.jpg
  • Eurocopa 1964: Final: España – URSS (2-1) Jesús María 'Chus' Pereda © Getty Images​​
    eurocopa_1964_final_espana_-_urss_2-1_jesus_maria_chus_pereda_c_getty_images_.jpg
  • Mundial 1982: Italia – Alemania Federal (3-1)
    mundial_1982_italia_-_alemania_federal_3-1.jpg

A cidade de Madrid esteve sempre ligada ao futebol, ao ser berço do Real Madrid, o rei da Taça da Europa, com 13 títulos conquistados, e também do Atlético de Madrid e do Rayo Vallecano. Além disso, a cidade foi já o cenário escolhido para a celebração de quatro finais da Liga dos Campeões, e da final do Mundial ‘82 e da Eurotaça ’64. Brevemente somar-se-á a esta lista uma nova final europeia: a final da Champions League 2018/19, que se disputará no próximo dia 1 de junho, na nova casa do Atlético de Madrid, o estádio Metropolitano.

TAÇA DA EUROPA / LIGA DOS CAMPEÕES

  • Final UCL 1956/57: Real Madrid CF - AC Fiorentina (2-0)

Madrid foi o palco da final da segunda edição da então denominada Taça dos Campeões, mais conhecida como a Taça da Europa. Era a segunda vez que a UEFA organizava este torneio, que mudaria para sempre a história do futebol, depois de que, na temporada 1955/56, o Real Madrid resultasse campeão na final de Paris, ao derrotar por 4-3 o Stade de Reims, no que foi o seu primeiro título da que se tornaria na sua competição fetiche.

Nesse ano participaram 22 clubes, e realizou-se uma fase preliminar. Depois da ronda prévia, as equipas classificadas somaram-se às que tinham acedido diretamente ao torneio, somando um total de 16 equipas. A Taça da Europa foi disputada com recurso a eliminatórias, desde os oitavos de final até à final disputada entre o Real Madrid e o Fiorentina. Esta foi a primeira das grandes finais disputadas em Madrid, e teve lugar no dia 30 de maio de 1957, no Estádio Santiago Bernabéu.

A equipa merengue, dirigida por José Villalonga, venceu por 2-0 a equipa do Firenze, de Bernardini e Julinho, com golos de Paco Gento e de Alfredo Di Stefano, acabou por se converter na máxima marcadora do torneio, com 7 golos. A Saeta Rubia começava a forjar a lenda do clube branco, conquistando depois 8 Ligas e 5 Taças dos Campeões (as cinco primeiras edições da competição), com 418 golos oficialmente registados para o Real Madrid.

  • Final UCL 1968/69: AC Milão - Ajax (4-1)

A Taça de Campeões tinha-se consolidando, chegando à sua décima-quarta edição. Este ano participaram 32 clibes, e o torneio realizou-se com recurso a eliminatórias de ida e volta, desde os dezasseis avos de final até à grande final. A sede do encontro decisivo foi, uma vez mais, o estádio Santiago Bernabéu, desta vez sem a participação do Real Madrid, eliminado nos oitavos de final frente ao Rapid de Viena.

A final foi disputada no dia 26 de maio de 1969, entre o AC de Milão de Gianni Rivera, que buscava conseguir a sua segunda Taça da Europa depois da sua vitória em 1963, e o Ajax de um jovem Johan Cruyff, que ansiava ser campeão (e que o viria a ser apenas duas edições depois).

O triunfo desta vez coube ao clube de Milão, com um resultado inequívoco de 4-1, num jogo em que se destacou o avançado italiano Pierino Prati, que foi o marcador de três dos golos da equipa vencedora.

  • Final UCL 1979/80: Nottingham Forest – Hamburgo (1-0)

A vigésima quinta final da máxima competição europeia disputou-se no estádio Santiago Bernabéu que acolhia assim pela terceira vez uma final do torneio, e colocou frente a frente no dia 28 de maio de 1980 as equipas do Nottingham Forest, do mítico Brian Clough, e do Hamburgo de Keegan e Magath,  que tinha eliminado o Real Madrid nas semifinais.

Desta vez a vitória pertenceu aos ingleses, com uma equipa constituída apenas por jogadores britânicos, e que já tinha conquistado a Taça da Europa em 1979 com um resultado de 1-0, com golo de John Robertson, culminando assim a incrível carreira do conjunto liderado por Peter Shilton, que passou da segunda divisão a ser bicampeão europeu em apenas quatro anos.

  • Final UCL 2009/10: Inter – Bayern Munich (2-0)

A final da temporada 2009/10 foi a primeira que se disputou em Madrid sob a denominação de Champions League, ou Liga dos Campeões, depois da mudança de nome e de formato da competição durante a temporada 1992/93.

Um total de 71569 espectadores assistiram à final, disputada entre o Inter de Milão e o Bayern de Munique no estádio Santiago Bernabéu. O título foi para a equipa italiana, que venceu o jogo com um resultado de 2-0. Os golos marcados por Diego Milito deram a taça ao Inter de Mourinho, que contava com grandes futebolistas como Eto’o, Sneijder, Zanetti, Cambiasso e Maicon, perante a equipa alemã de Van Gaal, com jogadores como Robben, Muller, Lahm e Schweinsteiger.

Inter - Bayern 2010. Finales de Champions en Madrid

 

  • Final UCL 2018-2019: Liverpool CF - Tottenham Hotspurs CF (2-0)

O novo estádio Wanda Metropolitan do Atlético de Madrid acolheu os 63272 espectadores que presenciaram o duelo decisivo desta edição da Champions, que colocou frente a frente dois históricos clubes ingleses. Sob as ordens do alemão Jürgen Klopp, o Liverpool de Salah, Van Dijk, Alisson, Firmino e Mané impôs-se por 2-0 ao Tottenham de Pochettino, Kane, Eriksen e Son (com golos de Salah e Origi) conquistando assim o seu sexto título da Liga de Campeões.

 

TAÇA LIBERTADORES

  • Final da Taça Libertadores 2018/2018: River Plate - Boca Juniors (3-1)

O estádio Santiago Bernabéu acolheu, no dia 9 de dezembro de 2018, esta final histórica da Taça Libertadores, que se disputou pela primeira vez fora do continente americano, e que resutou ser um super clássico do futebol argentino, disputado entre duas equipas de Buenos Aires: o Atlético River Plate e o Atlético Boca Juniors.

Depois de um empate com um resultado de 2-2 no encontro de ida no estádio La Bombonera, e depois da suspensão do jogo que se disputaria no estádio El Monumental, o encontro de volta da final teve lugar no estádio do clube madrileno.

O River Plate, sob as ordens de Matías Biscay, derrotou por 3-1 a equipa do Boca Juniors, num encontro de 120 minutos, cujo resultado final só se definiu na segunda metade do prolongamento. Os jogadores Lucas Pratto (aos 68 minutos), Juan Fernando Quintero (aos 109 minutos) e Gonzalo Martínez (aos 120 minutos), foram os autores dos golos da equpa vencedora, e Darío Benedetto (aos 44 minutos) assinou o único golo do Boca Juniors, comandado por Guillermo Barros Schelotto.

 

SELEÇÕES

  • Eurotaça 1964: Final: Espanha – URSS (2-1)

A Eurotaça de Futebol de 1964 foi a segunda edição deste torneio, então denominado Taça das Nações da Europa. Desta vez o torneio foi disputado em Espanha, depois de ter decorrido em França na sua primeira edição, em 1960. Este era um torneio muito diferente do que agora conhecemos, e constava apenas de 4 jogos, com as duas semifinais, o jogo de classificação para o terceiro lugar, e a final. Para participar neste curto torneio da Taça das Nações, realizavam-se uma série de fases preliminares, incluindo os oitavos e os quartos de final, que se disputavam desde 1962 durante a temporada futebolística.

A final colocou frente a frente as equipas de Espanha, dirigida por José Villalonga, e com um plantel que inclui jogadores como Iribar, Zoco, Amancio, Pereda, Marcelino e Luis Suárez, e a equipa da União Soviética, que ostentava o título conseguido na primeira edição, de 1960, e era comandada pelo legendário Lev Yashin (vencedor da Bola de Ouro no ano anterior). A vitória coube à equipa anfitriã, por 2-1, com golos de Pereda (6 min.), Khusianov (8 min.) e Marcelino (84 min.).

  • Mundial 1982: Itália – Alemanha Federal (3-1)

A Taça Mundial de Espanha 1982 foi a duodécima edição do Campeonato Mundial de futebol. Este foi um campeonato mundial muito especial por vários motivos, ao contar pela primeira vez com a participação de 24 seleções nacionais, e ao contar pela primeira vez com representantes de todos os continentes. O campeonato foi disputado num formato que incluia duas ligas, e uma fase final, que apenas foi utilizado para esta edição.

A final do dia 11 de julho de 1982, no estádio Santiago Bernabéu, foi disputada por duas das seleções mais potentes do momento, a Itália e a Alemanha, que chegavam à final com duas Taças do Mundo cada, e com duas excelentes equipas, que incluíam jogadores como Zoff, Bergomi, Gentile, Conti, Rossi (do lado italiano) e Schumacher, Breitner, Rummenigge, Littbarski o Briegel (do lado dos alemães).

O título foi para os italianos, com uma vitória por 3-1, com golos de Rossi (57 min.) (máximo marcador e melhor jogador do torneio, e Bola de Ouro nesse mesmo ano), Tardelli (69 min.), Altobelli (81 min.) e Breitner (83 min.).

Dino Zoff levantou o título aos seus 40 anos, passando à história como o jogador mais longevo a conquistar uma Taça do Mundo, numa final que será sempre recordada pela imagem da euforia no palco das autoridades de Sandro Pertini, o veterano presidente italiano.

 

Créditos das imagens:

  • Eurotaça 1964: Final: Espanha – URSS (2-1) Jesús María 'Chus' Pereda © Getty Images​
  • Mundial 1982: Itália – Alemanha Federal (3-1)
  • Final UCL 1979/80: Nottingham Forest – Hamburgo (1-0) © Getty Images
  • O AC de Milão festeja a vitória na final da Taça da Europa 1968/69 © Getty Images​

 

TAMBÉM PODEM INTERESSAR-TE

Os balneários, a sala de troféus... O Tour Bernabéu permite descobrir todos os recantos deste estádio mítico. ENCERRADO ATÉ NOVO AVISO

Conheça todos os segredos do novo estádio do Atlético de Madrid com o Wanda Metropolitano Tour! (Sex, sáb, dom e feriados, desde que não haja jogo nesse dia). ENCERRADO ATÉ NOVO AVISO

  • Não perca os jogos do Real Madrid e Atlético de Madrid, duas das melhores equipas do mundo.

    O melhor futebol em Madrid
  • Estadio Santiago Bernabéu
  • Real Madrid, Atlético de Madrid e Rayo Vallecano são os clubes de uma cidade apaixonada pelo futebol.

    A Madrid do futebol
  • Estadio Wanda Metropolitano
Publicidade
  • Aqui te sugerimos alguns dos bares desportivos mais conhecidos da capital, onde poderás seguir os jogos da tua equipa favorita.

    Bares desportivos em Madrid
  • Bares deportivos en Madrid
Publicidade
  • Tiendas de equipos de fútbol
Publicidade
  • Desde as provas de alta competição às corridas populares, todos os eventos desportivos de Madrid ao teu alcance.

    Agenda Desporto
  • Estadio Santiago Bernabéu

PRODUTOS OFICIAIS

Desfruta de uma das melhores vistas da cidade, a 92 metros de altura.

Sobe a bordo e descobre a cidade em formato panorâmico.

Regresse a Madrid e aproveite o nosso programa de fidelização!