Semana Santa 2022

Do Domingo de Ramos ao Domingo da Ressureição, milhares de pessoas visitam a cidade para assistir às diferentes procissões que percorrem as ruas de Madrid. O ambiente criado pelo rufar dos tambores e pelo som das trompetas, e os vistosos e coloridos trajes dos confrades constituem alguns dos sinais de identidade da Semana Santa em Espanha.

Como parte da celebração que representa os mistérios da salvação de Jesús de Nazaré, Madrid celebra a sua paixão e morte. Enquanto nas igrejas e basílicas se programam concertos de música sacra, as confrarias saem à rua com os pasos ou andores, que foram preparando durante todo o ano, e os melhores restaurantes e pastelarias da cidade acrescentam aos seus menus os pratos típicos da Semana Santa, como as torrijas ou o potaje de garbanzos.

Procissões

Na Semana Santa, as imagens que, durante o resto do ano, se guardam nas basílicas e igrejas, são adornadas com círios, flores e ricos mantos bordados, para sairem em procissão por lugares tão representativos como o Paseo del Prado, a rua Alcalá ou a Plaza Mayor. O percurso é acompanhado por dezenas de nazarenos, e as imagens são levadas em ombros pelos costaleros das confrarias.

Das procissões mais importantes que se realizam no Domingo de Ramos e na Quarta-feira Santa, merece desstaque a do paso (andor) do Cristo de la Fe y el Perdón e a de Nuestro Padre Jesús de la Salud. A primeira parte da Basílica Pontifícia de S. Miguel, e a segunda é organizada pela Irmandade de Nuestro Padre de la Salud y María Santísima de las Angustias –, conhecida como a irmandade ‘de los Gitanos’ –, e percorre as ruas próximas da Puerta del Sol (com saída e chegada na rua De la Salud, passando pela Puerta del Sol, Plaza de Jacinto Benavente, igreja de Santa Cruz e Calle Mayor).

As procissões durante o Tríduo Pascal são as que mais reconhecimento e adeptos reúnem, e comemoram a morte de Cristo. São especialmente populares as de Nuestro Padre Jesús del Gran Poder y María Santísima de la Esperanza, e a de Jesús Nazareno y la Virgen de la Soledad e a do Divino Cautivo, que têm lugar na Quinta-feira Santa (a procissão que inclui o andor com a famosa talha de Mariano Benlliure também se realiza na Sexta-feira Santa), bem como os três andores de Jesús Nazareno de MedinaceliMaría Santísima de los Siete Dolores e o do Santo Entierro na Sexta-feira Santa e, por último, a da Virgen Dolorosa e a Procissão De la Soledad no Sábado Santo.

Digna de menção é a saída processional que a Hermandad del Silencio realiza ao entardecer de Sexta-feira Santa, pelo Barrio de las Letras na qual o paso do Santísimo Cristo de la Fe , levado em ombros por uma quadrilha de costaleros, o andor percorre os lugares históricos, como as praças de Matute e de Santa Ana, e as ruas de Echegaray, Cervantes e Lope de Vega.

Música sacra e a Tamborrada

A Semana Santa madrilena é habitualmente recebida com música sacra. Igrejas como a Basílica de Nuestra Señora de Atocha, a da Parroquia de Santa Cruz ou a Basílica Pontifícia de San Miguel acolhem o ciclo de Música sacra para acompanhar a Semana Santa, com entrada gratuita até completar o aforo.

Nestas datas, decorre também o ciclo de concertos Música de Órgão em San Ginés com concertos de jovens organistas e grandes mestres.

Para concluir a Semana Santa e celebrar o Domingo da Ressurreição, terá lugar uma tamborrada maña na Plaza Mayor, ponto de partida de um itinerário em que os confrades, acompanhados por tambores e bombos, põem a banda sonora à comemoração da Ressurreição de Jesus Cristo, três dias depois da data em que se assinala a sua morte.

Gastronomia

Como é habitual nas celebrações religiosas, a Semana Santa madrilena é acompanhada pela elaboração de pratos típicos, neste caso vinculados aos ritos religiosos, mas que têm a ver sobretudo com a tradição.

Um dos pratos imprescindíveis à mesa dos madrilenos são as torrijas, um prato doce elaborado com pão humedecido em leite com canela, frito e polvilhado com açúcar. Entre as receitas à base de peixe, encontramos os Soldaditos de Pavía – pedaços de bacalhau panados e estaladiços –, o potaje de garbanzos a la madrileña – um guiso de grão-de-bico acompanhado por espinafres, bacalhau, batatas e ovo duro–, e as croquetas de bacalao.

Geolocation
Cristo de Medinaceli
Torrija
Semana Santa. Saetas Flamencas: Tres generaciones / Cuarto centenario Plaza Mayor

Share on

Informação de interesse
Zona turística: 
Sol / Gran Vía

Direcction

Plaza
Puerta del Sol,
28013
Comboios suburbanos (Cercanías): 
Madrid-Sol
Autocarro: 
3, 50, 51
Metro: 
Callao (L3, L5)
Ópera (L2, L5, R)

Formam parte do Semana Santa 2022:

Praça Mayor

17 de abril de 2022