Museo Nacional de Antropología


Entrada gratuita até 31 de outubro de 2021  


O museu tem como objetivo oferecer ao público uma visão global da cultura de diferentes povos do mundo, e explorar as semelhanças e as diferenças culturais que unem e separam os diferentes povos, destacando a sua diversidade cultural.

O "Museu Anatómico", popularmente conhecido como Museu Antropológico, foi inaugurado no dia 29 de abril de 1875 pelo monarca Alfonso XII. A sua fundação ficou a dever-se à iniciativa pessoal do médico segoviano Pedro González Velasco, que investiu todo o seu património na construção do edifício, obra do arquiteto Francisco de Cubas. As coleções da época incluíam objetos pertencentes aos três "reinos" da natureza - mineral, vegetal e animal -, e mostras de antropologia física e de teratologia, bem como antiguidades e objetos etnográficos, pelo que poderia considerar-se como um típico "gabinete de curiosidades". Após a morte do seu fundador, o estado adquiriu o edifício e todas as suas coleções, que se foram ampliando ao longo do tempo, com mostras da cultura material de diferentes povos de África, América, Ásia, Europa e Oceânia.

DEIXE-SE SURPREENDER

A sala III, dedicada à Antropologia física, procura recriar um antigo gabinete de história natural do começo do século XX, e nela se exibem alguns dos exemplares mais relevantes das coleções do museu, cada um deles representando características próprias, variedades anatómicas, patologias, traumatismos, diferenças étnicas, etc. Destaque para o crânio feminino deformado procedente de Tiahuanaco (Bolívia), o crânio feminino da Ilha de Samar (Filipinas), que apresenta lesões ósseas características da sífilis venérea, e a máscara mortuária de um indígena maori tatuado.

Geolocation
Servicios: 

Ascensor

Audioguías

Biblioteca

Fraldário

Depósito de bagagem / Guarda roupa

Pontos de informação

Serviço de visitas guiadas

Acessibilidade

Global Accesibility
Up

O museu dispõe de um serviço de empréstimo de cadeiras de rodas para a realização da visita, ou como apoio ocasional em caso de dificuldades físicas do visitante. As cadeiras podem solicitar-se na receção do museu.

Todas as instalações são acessíveis.

Physical Accesibility
Up

O museu dispõe de um acesso habilitado para pessoas com deficiência física e mobilidade reduzida, na rua Alfonso XII, 68 (entrada lateral do museu). Para usar este acesso basta dirigir-se à porta e tocar à campainha.

No interior do museu, e para facilitar o acesso vertical durante a visita, um elevador proporciona acesso aos diferentes pisos.

O museu dispõe igualmente de um quarto de banho adaptado para pessoas com deficiência motora.

Hearing Accesibility
Up

O museu está equipado com um sistema de anel magnético, à disposição das pessoas com deficiência auditiva usuárias de aparelhos auditivos ou de implantes cocleares, cuja ativação pode ser solicitada na bilheteira do museu.

Share on

Informação de interesse

Endereço

Calle
de Alfonso XII, 68
28014
Zona turística: 
Paseo del Arte
Horário: 

De terça-feira a sábado: 09:30 - 20:00 h

Domingos e feriados: 10:00 - 15:00 h

Encerra à segunda-feira, e nos dias 1 e 6 de janeiro, 1 de maio e 24, 25 e 31 de dezembro

Tipo información turística: 
Telefone: 
(+34) 91 530 64 18
Email: 
antropologico@cultura.gob.es
Web: 
http://www.culturaydeporte.gob.es/mnantropologia/portada.html
Metro: 
Atocha Renfe (L1)
Estación del Arte (Antigua Atocha) (L1)
Comboios suburbanos (Cercanías): 
Madrid-Atocha
Autocarro: 
001, 10, 14, 19, 24, 26, 32, 37, 54, 57, 59, 85, 86, 141, 203, C1, C2
Preço: 

Entrada gratuita até 31 de outubro de 2021  


Entrada geral: 3 €

Entrada reduzida: 1,50 €

Entrada gratuita aos sábados a partir das 14:00 h, domingos e nos dias 18 de abril, 18 de maio, 12 de outubro e 6 de dezembro.