Campo del Moro

Foi a rainha Maria Cristina que decidiu converter este lugar num jardim em estilo inglês do século XIX, seguindo o conceito romântico da Natureza. Em 1931 foi declarado Monumento Histórico-artístico.

Os terrenos do Campo del Moro não foram ajardinados antes devido à impossibilidade de ligação ao Palácio Real, situado a uma altura muito superior. Esta posição elevada foi aproveitada para criar uma das melhores perspetivas madrilenas: o Palácio Real por trás de uma imensa tapeçaria verde ladeada por fontes monumentais no interior de um amplo e sombrio jardim romântico. Os jardins possuem duas fontes neoclássicas: a dos Tritões e a do Palácio de Las Conchas.

O seu nome faz referência a um episódio histórico que teve lugar em 1109, quando o caudilho muçulmano Alí Ben Yusuf tentou reconquistar Madrid após a morte do rei Alfonso VI, atacando o alcácer desde a ladeira junto ao rio. As suas tropas e o próprio caudilho teriam montado acampamento no lugar que hoje ocupam os jardins de Campo del Moro.

Geolocation
Campo del Moro
Campo del moro©Antonello Dellanotte
Campo del moro©Antonello Dellanotte
Campo del moro©Antonello Dellanotte
Campo del moro©Antonello Dellanotte
Campo del moro©Antonello Dellanotte
Campo del moro©Antonello Dellanotte
Servicios: 

Caminho botânico

Share on

Informação de interesse

Endereço

Paseo
Virgen del Puerto, s/n
28005
Zona turística: 
Austrias
Horário: 

Outubro-março: Seg.-Dom.: 10h00-18h00

Abril-setembro: Seg.-Dom.: 9h00-21h00

Tipo información turística: 
Telefone: 
(+34) 91 454 87 00
Email: 
info@patrimonionacional.es
Web: 
http://www.patrimonionacional.es/
Metro: 
Ópera (L2, L5, R)
Plaza de España (L2, L3, L10)
Príncipe Pío (L6, L10, R)
Comboios suburbanos (Cercanías): 
Madrid-Príncipe Pío
Autocarro: 
3, 25, 33, 39, 41, 46, 62, 75, 138, 148, C1, C2
Preço: 

Entrada gratuita.