Catedral de La Almudena

A Catedral de Madrid, em Los Austrias, tem uma breve, mas tortuosa história. Os primeiros planos da igreja foram traçados em 1879 por Francisco de Cubas com o propósito de servir de panteão para a falecida rainha M.ª de Las Mercedes. A primeira pedra foi colocada em 1883, mas quando o Papa Leão XIII atribuiu em 1885 a bula que criava a Diocese de Madrid-Alcalá, o projeto de igreja foi transformado em catedral.

Cubas fez então um novo projeto, mais ambicioso que o anterior, inspirado desta vez no gótico francês do século XIII, acrescentando elementos das catedrais de Reims, Chartres e León. Esse projeto, que incluía pela primeira vez uma grande cripta românica, serviu de base para a construção definitiva. A catedral foi concebido como um templo votivo, erguido pelo povo, mas os donativos eram insuficientes e as obras prolongaram-se no tempo. Em 1899 faleceu o marquês de Cubas e sucederam-se na direção das obras Miguel Olabarría, Enrique Mª Repullés e Juan Moya.

A cripta foi inaugurada em 1911, mas as obras foram suspensas durante a Guerra Civil e retomadas, com parcos recursos, em 1939. Desde então os critérios estéticos mudam e não se considera adequada uma catedral gótica pelo contraste que produz na envolvente. Em 1944 a Direção-Geral de Belas-Artes convocou um concurso nacional para criar uma nova solução arquitetónica, que foi vencido por Fernando Chueca Goitia e Carlos Sidro. Em 1950 as obras foram reiniciadas, com o claustro a ser terminado em 1955 e a fachada principal em 1960. A catedral pôde ser dada como concluída em 1993. Foi consagrada pelo Papa João Paulo II na sua quarta viagem a Espanha, em 15 de junho de 1993.

Também dispõe de um museu que aloja os padroeiros da cidade: a Virgem de La Almudena e San Isidro Labrador; e que faz um percurso pela história da Igreja através dos sete sacramentos. 

 

Geolocation
Catedral de la Almudena
Servicios: 

Audioguías

Pontos de informação

Loja

Share on

Informação de interesse

Endereço

Calle
de Bailén, 10
28013
Zona turística: 
Austrias
Horário: 

 Seg.-Dom.: 09h00-20h30

Exposição do Santíssimo: Seg.-Dom.: 17h00-20h00

 

Julho e agosto:

Seg.-Dom.: 10h00- 21h00

 

A Catedral não pode ser visitada durante as celebrações litúrgicas.

Tipo información turística: 
Telefone: 
(+34) 91 542 22 00
Email: 
informacion@catedraldelaalmudena.es
Web: 
http://www.catedraldelaalmudena.es
Metro: 
Ópera (L2, L5, R)
Comboios suburbanos (Cercanías): 
Madrid-Sol
Autocarro: 
3, 31, 50, 65, N16
Preço: 

Entrada gratuita. É solicitado um donativo de 1 €. 

Entrada para o Museu: 6 €.