A Madrid do futebol

  • VicenteCalderon_1404738401.089.jpg

Em Madrid resulta praticamente impossível não saber quando é ‘día de partido’. Real Madrid, Atlético de Madrid e Rayo Vallecano são os três clubes protagonistas da centenária história futebolística da cidade, desde as suas respetivas fundações em 1902, 1903 e 1924.

Os campos de futebol destes três clubes traçam uma diagonal que atravessa a cidade praticamente de norte a sul: desde o coração de Chamartín onde se ergue o estádio de  Santiago Bernabéu –, passando pelo estádio Vicente Calderón – junto ao rio Manzanares –, até ao mais modesto Estádio de Vallecas, no distrito operário madrileno do mesmo nome.

Futebol e gastronomia

A forte relação do setor da hotelaria de madrid com este desporto contribui para alimentar, em todos os sentidos, esta paixão. Porque os locais mais próximos dos estádios acolhem um grande número de aficionados antes, durante e depois dos jogos, bem como as numerosas cervejarias do centro – é o caso de Sol e do Bairro das Letras onde se concentram habitualmente os seguidores dos clubes estrangeiros que vêm assistir aos jogos da Champions ou da Liga Europa.

Além disso, o Asador Donostiarra ou o Mesón Txistu são já todo um clássico para a equipa e os diretivos do Real Madrid. E como em Madrid tudo cabe, também é possível encontrar peñas (associações) de seguidores de praticamente todas as equipas da liga espanhola.

Celebrações

A adoção dos ícones da arquitetura urbana é uma tradição que une os seguidores de cada clube a uma fonte da cidade. A fonte de Cibeles para os do Real Madrid, a de Neptuno para os do Atlético, ou a da Assembleia de Madrid para os rayistas são os lugares de encontro obrigatórios para festejar títulos, classificações, ou o que seja. E para além das rivalidades locais, e como se fosse pouco, a Plaza de Colón tornou-se o centro nevrálgico dos festejos da Seleção Espanhola de Futebol.

Museus

A emoção do futebol forma parte do ar que se respira na capital, e os que visitam Madrid também o sabem. O desporto-rei conseguiu mesmo abrir-se um espaço no ranking dos visitantes de museus, e tanto o Tour Bernabéu como o Museu do Atlético, ambos com a possibilidade de visitas guiadas pelas suas instalações, têm cada vez mais público.

E quando se trata de escolher um campo neutro, nada como o Museu de Cera de Madrid, onde Iker Casillas ou Cristiano Ronaldo compartem o terreno de jogo com Andrés Iniesta, David Villa ou Fernando Torres. E já fora do perímetro urbano, na Cidade do Futebol de Las Rozas, o Museu da Seleção Espanhola, custodiado pela sua porta de futebol modernista do ano 1900, pode ser a cereja do bolo para este percurso pela história do futebol do país, desde as velhas glórias como Ricardo Zamora, Zarra, Olivella, Iribar ou Alfredo Di Stefano até aos novos protagonistas de ‘La Roja’, como se conhece popularmente a equipa da seleção espanhola.

Madrid Imprescindível

Os dez lugares que não pode perder na sua primeira visita!

Consulte e descarregue a informação turística imprescindível para se mover por Madrid.

Publicidade

PRODUTOS OFICIAIS

Desfruta de uma das melhores vistas da cidade, a 92 metros de altura.

Sobe a bordo e descobre a cidade em formato panorâmico.

Descarrega a aplicação das obras primas do Prado, Thyssen e Reina Sofía.