O Madrid mais clássico

  • El Madrid más clásico
    el_madrid_mas_clasico.jpg

Para descobrir o lado mais típico da cidade de Madrid o melhor ponto de partida é a animada Puerta del Sol, o lugar para a clássica fotografia junto da estátua do urso e do medronheiro, emblema da cidade, e também do quilómetro zero, da Mariblanca, da Casa de Correos e do mítico cartaz de Tío Pepe. Depois de percorrer a Plaza Mayor com os seus quatro séculos de história, chegamos à Plaza de la Villa, o centro de Madrid medieval, que conserva alguns dos edifícios mais antigos da cidade: a casa e a torre de Los Lujanes, a casa-palácio de Cisneros e a Casa de la Villa.

Não muito longo situa-se a Catedral de La Almudena, onde se destaca a sua cripta de estilo neo-românico e a cúpula, da qual é possível desfrutar de uma impressionante panorâmica da cidade. Junto da catedral encontram-se os restos da antiga muralha árabe da cidade. Depois de percorrer as salas do Palácio Real, o visitante pode desfrutar da calma e da tranquilidade dos jardins de Sabatini e de Campo del Moro, um extenso jardim de estilo inglês, aos pés do palácio.

 

Parques e jardins

Em Madrid abundam os espaços verdes. O mais emblemático, e merecedor de uma visita obrigada é o Parque de El Retiro, um parque histórico em pleno centro da cidade, que conjuga a tranquilidade com uma interessante oferta cultural, e onde se destacam vários edifícios e esculturas, como o Palácio de Cristal e o Palácio de Velázquez, o lago, o monumento a Afonso XII e a escultura do Anjo Caído. Perto do parque encontram-se dois dos principais símbolos da cidade: a Puerta de Alcalá e a Fonte de La Cibeles.

Também merecem uma visita o parque Juan Carlos I (junto ao Campo de las Naciones), que possui um lago dedicado à prática de diversos desportos, e dispõe de um serviço gratuito de aluguer de bicicletas gratuito, o parque do Cerro del Tío Pío (Vallecas), que oferece espetaculares vistas de Madrid desde as suas sete colinas, e os jardins do Palácio do Príncipe de Anglona (bairro de La Latina), um autêntico e bem escondido remanso de paz.

Por último, não podemos deixar de mencionar três parques que os próprios madrilenos têm vindo a descobrir nos últimos anos: o parque de El Capricho, com os seus labirintos, fontes, um “templete” e inclusive o bunker que serviu de base ao Quartel-General do Exército Republicano do Centro durante a Guerra Civil, e as Quintas de Los Molinos e de Torre Arias, que se destacam pela sua grande diversidade botânica e pelas grandes extensões de arvoredo.

Com muita arte

Para os amantes da arte, é imprescindível uma visita às três grandes pinacotecas de Madrid, que oferecem um percurso pela arte pictórica desde a Idade Média até aos nossos dias. O Museu do Prado possui uma coleção de magníficas obras de Goya, El Greco, Velázquez, Tiziano, Rubens e El Bosco. O museu Reina Sofía, alberga o famoso quadro Guernica, de Pablo Picasso, e o Museu Nacional Thyssen-Bornemisza completa esta oferta com uma excelente coleção de obras, que vão do período do trecento até às vanguardas modernas.

Para quem pensa dedicar algum tempo a visitar os museus da cidade, o Abono del Paseo del Arte oferece interessantes descontos.

Não muito longe, no Barrio de las Letras encontra-se a Casa-museu Lope de Vega, muito perto do lugar onde se encontrou a tumba de Cervantes, no Convento das Trinitarias. Para quem quiser retratar-se junto das estátuas de D. Quixote e Sancho Pança, é obrigatória a visita à Plaza de España. Perto desta cêntrica praça encontra-se o templo egipcio de Debod, desde cujos jardins se podem contemplar fantásticos poentes.

Passear pelas ruas, comer e comprar

Outras das atividades imprescindíveis são percorrer as ruas da cidade, provar as suas tapas e ir de compras. O domingo merece uma visita ao Rastro, o mercado mais castiço do centro, seguida de um aperitivo numa das suas tascas mais tradicionais. Também merecem uma visita os antigos mercados de abastecimento da cidade, como os de Antón Martín, San Antón e San Miguel, muito modernizados, ou os de Chamberí, Maravillas, La Paz ou Ventas, algo mais afastados do centro.

Para uma saída de compras, as zonas de Chueca-Malasaña-Fuencarral, Sol-Preciados-Carmen, Mayor-Arenal, Gran Vía e Barrio de Salamanca formam um imenso centro comercial ao ar livre, aberto todos os dias da semana, com estabelecimentos de design e que reúnem as melhores marcas nacionais e internacionais

Futebol e flamenco

Madrid vive a paixão do futebol como poucas cidades da Europa. Para os que partilham esta mesma paixão, é imprescindível uma visita ao estádio Santiago Bernabéu (sede do Real Madrid), ao recentemente estreado Wanda Metropolitano (sede do seu máximo rival, o Atlético de Madrid) e ao Campo de Futebol de Vallecas (sede do Rayo Vallecano, o terceiro clube da cidade).

Os amantes da tradição sabem que Madrid é considerada a capital mundial do flamenco, e podem desfrutar desta arte visitando alguns dos tablaos flamencos com mais solera da cidade.

Atreve-te a conhecer o Madrid mais alternativo!

Madrid Imprescindível

Os dez lugares que não pode perder na sua primeira visita!

Consulte e descarregue a informação turística imprescindível para se mover por Madrid.

  • A oferta turística de Madrid inclui propostas para todos os gostos: económicas, de luxo, em família, LGBT, alternativas e clássicas. Escolha a sua preferida!

    Escolha a sua Madrid
  • Puesta de sol desde la azotea del Círculo de Bellas Artes. © César Lucas para Madrid Destino
Publicidade

PRODUTOS OFICIAIS

Desfruta de uma das melhores vistas da cidade, a 92 metros de altura.

Sobe a bordo e descobre a cidade em formato panorâmico.

Descarrega a aplicação das obras primas do Prado, Thyssen e Reina Sofía.

Publicidade